Arquivo

Archive for setembro \28\UTC 2009

BENTO XVI RESSALTA ELO ENTRE UNIVERSIDADES E JOVENS

28 de setembro de 2009 Deixe um comentário

Praga, 28 set (RV) – Após se reunir com a comunidade ecumênica da República Tcheca no arcebispado de Praga, domingo à tarde, Bento XVI se dirigiu ao Castelo da cidade, para o encontro com o mundo acadêmico.

“Quem lhes fala foi um professor, atento ao direito da liberdade acadêmica e à responsabilidade para o uso autêntico da razão” – assim o papa se dirigiu a estudantes e professores, destacando o papel precioso que as universidades desempenham na sociedade, ao enriquecer o patrimônio intelectual da nação.

Para o pontífice, a autonomia própria de uma universidade encontra significado na capacidade de tornar-se responsável diante da verdade. Todavia, esta autonomia pode se tornar vã, servindo à ideologia do materialismo, da repressão da religião e da opressão do espírito humano.

E recordou: “O anseio pela liberdade e pela verdade é parte inalienável da nossa comum humanidade. Este anseio jamais pode ser eliminado e, como a história demonstrou, pode ser negado somente colocando em perigo a própria humanidade.”

É a este anseio que buscam responder a fé religiosa, as várias artes, a filosofia, a teologia e outras disciplinas científicas, cada uma com seu próprio método.

Por fim, o papa falou de outro aspecto essencial das universidades: a responsabilidade de iluminar as mentes e os corações dos jovens de hoje. Para o pontífice, deve ser restabelecida a ideia de uma formação integral, baseada na unidade do conhecimento radicado na verdade.

O que poderá acontecer se a nossa cultura se construir somente sobre argumentos em voga, se for separada das raízes que lhe dão vida? A essas questões, Bento XVI responde que as nossas sociedades não se tornarão mais racionais ou tolerantes ou sábias; pelo contrário, serão mais frágeis e menos acolhedoras, e terão sempre mais dificuldades em reconhecer o que é verdadeiro, nobre e bom. (BF)

Fonte: http://www.oecumene.radiovaticana.org/BRA/Articolo.asp?c=320016

PAPA DEIXA REPÚBLICA TCHECA CONVIDANDO JOVENS A CONSTRUÍREM MUNDO QUE REFLITA BELEZA DIVINA

28 de setembro de 2009 Deixe um comentário

Praga, 28 set (RV) – Bento XVI concluiu esta tarde a sua 13ª viagem apostólica internacional. Por volta das 17h locais, o Santo Padre deixou a Nunciatura Apostólica de Praga, após despedir-se dos funcionários e colaboradores da mesma, dirigindo-se para o aeroporto da capital tcheca, onde o aguardava, entre outros, o presidente da República, Václav Klaus – acompanhado de sua consorte. A cerimônia de despedida teve lugar no prédio do Cerimonial de Estado do aeroporto, diante do qual se encontrava estacionado o Airbus A319, avião da Presidência da República Tcheca que trouxe o pontífice de volta para Roma.

Após as honras militares, a execução dos hinos do Vaticano e da República Tcheca, e o discurso do presidente Klaus, o Santo Padre proferiu seu discurso, agradecendo pela generosa hospitalidade durante sua breve permanência no país, felicitando mais uma vez o presidente por seu onomástico, neste dia em que a nação celebra o seu protetor e padroeiro, São Venceslau.

O pontífice agradeceu também às autoridades eclesiásticas e a todos aqueles que trabalharam para assegurar o bom êxito dos vários encontros e celebrações.

“Naturalmente, incluo em meus agradecimentos as autoridades, os meios de comunicação e os muitos voluntários que ajudaram para o afluxo regular das pessoas, e todos os fiéis que rezaram a fim de que essa visita trouxesse bons frutos para a nação tcheca e para a Igreja nesta região.”

Em seguida, Bento XVI recordou os momentos de oração e as liturgias celebradas, aludindo à história cristã do país e a seus numerosos santos e mártires:

“A Igreja neste país foi verdadeiramente abençoada com uma extraordinária fileira de missionários e de mártires, bem como de santos contemplativos, entre os quais gostaria de recordar, de modo particular, Santa Inês da Boêmia, cuja canonização, vinte anos atrás, foi mensageira da libertação deste país da opressão ateia.”

O papa ressaltou ainda a importância do ecumenismo, particularmente em vista da história atribulada da região; o papel dos estudiosos na promoção da reconciliação e a superação das diferenças. Nesse contexto, o Santo Padre recordou seus encontros com expoentes do mundo ecumênico e do mundo acadêmico:

“O meu encontro de ontem com os representantes de outras comunidades cristãs me confirmou a importância do diálogo ecumênico nesta terra que muito sofreu pelas conseqüências da divisão religiosa no tempo da guerra dos Trinta anos. Já foi feito muito para curar as feridas do passado, e foram dados passos decisivos no caminho da reconciliação e da verdadeira unidade em Cristo. A comunidade acadêmica tem um importante papel a desempenhar na ulterior edificação desses sólidos fundamentos, mediante uma íntegra busca da verdade. Foi para mim um prazer ter a oportunidade de encontrar-me ontem com os representantes das universidades deste país, e expressar o meu apreço pela nobre missão à qual eles dedicam a vida.”

Em seguida, Bento XVI referiu-se ao encontro com os jovens, fazendo uma exortação a construírem um mundo que reflita a beleza de Deus:

“Fiquei particularmente feliz por encontrar os jovens e encorajá-los a construírem o mundo baseado nas melhores tradições do passado desta nação, particularmente, na herança cristã. Segundo um dito atribuído a Franz Kafka, “Quem mantém a capacidade de ver a beleza jamais envelhece” (Gustav Janouch, Conversações com Kafka).”

“Se os nossos olhos permanecerem abertos à beleza da criação de Deus e as nossas mentes à beleza da sua verdade, então poderemos realmente esperar permanecer jovens e construir um mundo que reflita algo da beleza divina, de modo a oferecer inspiração às futuras gerações para que façam o mesmo” – exortou o Santo Padre.

O papa encerrou seu discurso de despedida invocando o Menino Jesus de Praga, a fim de que continue inspirando e conduzindo o presidente Klaus e todas as famílias da nação tcheca. “Que Deus a todos vos abençoe!” – concluiu.

Encerrada a cerimônia, às 18h15 locais, o Airbus A319 – com o papa e comitiva a bordo – deixou o aeroporto de Praga com destino ao aeroporto romano Ciampino, aonde chegou pouco antes das 20h locais.

Dali, o Santo Padre prosseguiu de automóvel para a residência pontifícia de Castel Gandolfo, concluindo assim a sua 13ª viagem apostólica internacional, que teve como lema “O amor de Cristo é a nossa força”. (RL)

Fonte:http://www.oecumene.radiovaticana.org/BRA/Articolo.asp?c=320225

O “Codex Sinaiticus” disponível na internet

28 de setembro de 2009 Deixe um comentário

O Codex Sinaiticus, um dos textos mais antigos da Bíblia e documento de inapreciável valor para o estudo do Novo Testamento e da Septuaginta, já está disponível na internet, na página www.codexsinaiticus.org.

Escrito entre os anos 330 e 350 da Era Cristã, ele permaneceu no Mosteirode Santa Catarina, no Monte Sinai (daí o seu nome Sinaiticus), até 1844, ano em que foi descoberto pelo arqueólogo alemão Constantin von Tischendorf.

Hoje se conservam mais de 400 páginas do valioso manuscrito, repartidas entre a Biblioteca Britânica, a Biblioteca Nacional da Rússia e o prórpio Mosteiro de Santa Catarina.

Fonte: Revista Arautos do Evangelho

Cura milagrosa por intercessão do Cardeal Newman

28 de setembro de 2009 Deixe um comentário

Foi aprovado em 3 de julho de 2009 pelo Papa Bento XVI o decreto da Congregação para as causas dos Santos que reconhece como milagrosa uma cura obtida por intermédio do Cardeal João Henrique Newman.

O diácono Jack Sullivan, de Boston (EUA), sofria de uma grave deficiência na coluna vertebral, que o impedia de andar. Em 15 de agosto de 2001, rezou ao Cardeal Newman, pedindo sua intercessão para ser curado dessa moléstia e, pouco depois, conseguiu pôr-se de pé e sair caminhando. Os médicos e especialistas que estudaram o caso chegaram à conclusão de que a cura de Sullivan é cientificamente inexplicável.

Com esse reconhecimento do milagre, ficam abertas as portas para a beatificação do famoso Cardeal britânico.

João Henrique Newman nasceu em 1801 e era sacerdote anglicano quando converteu-se ao Catolicismo, em 1845. Dois anos depois, foi ordenado sacerdote católico, em Roma. Tornou-se conhecido como líder do Movimento de Oxford. É o fundador dos Oratórios de São Felipe Néri na Inglaterra. Recebeu a púrpura cardinalícia das mãos de Leão XIII, em 1879. Faleceu em 1980.

Fonte: Revista Arautos do Evangelho

JOVENS DÃO ESPERANÇA AO POVO IRAQUIANO

28 de setembro de 2009 Deixe um comentário

Bagdá, 28 set (RV) – “O Iraque de hoje não é somente ódio e violência, mas também solidariedade”: é o testemunho de um grupo de jovens pertencentes à Fraternidade Emaús de Kirkuk.

Mais de oitenta jovens permaneceram cinco dias no povoado de Levo que possui 250 casas, localizado no norte de Zakho, na fronteira com a Turquia. Eles encontraram ali várias famílias cristãs de Mosul e Bagdá que fugiram da violência sectária.

“Foram cinco dias de oração e solidariedade num lugar onde as pessoas não possuem nada, são privadas até mesmo de sua dignidade. Existem somente escolas de ensino fundamental, não tem hospital nem meios de transporte, e muito menos trabalho. Existe uma igreja onde se celebra somente no domingo, pois o sacerdote não reside no povoado. Os moradores deste povoado são obrigados a ir às cidades vizinhas em busca de trabalho, na esperança de construir um futuro melhor” – ressaltou uma religiosa de Kirkuk.

Nesses cinco dias os jovens da fraternidade ajudaram estas pessoas a rezar, dialogar, progredir e ter esperança através de várias atividades, com gestos concretos de solidariedade e com visitas às famílias mais pobres. Entre os jovens se encontrava também um médico que visitou vários doentes, fornecendo remédios gratuitamente. (MJ)

Fonte: http://www.oecumene.radiovaticana.org/BRA/Articolo.asp?c=320253

BARTOLOMEU I INAUGURA ENCONTRO ECUMÊNICO

28 de setembro de 2009 Deixe um comentário

Atenas, 28 set (RV) – O Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I, abrirá o encontro da comissão “Fé e Constituição” do Conselho Ecumênico de Igrejas (Wcc), que se realizará este ano em Kolympari, na ilha de Creta, na Grécia, de 7 a 14 de outubro próximo.

A Igreja Católica mesmo não fazendo parte do Conselho Ecumênico de Igrejas, participa como membro da comissão “Fé e Constituição”. A comissão é formada por 120 membros nomeados pelas respectivas Igrejas que representam vários países do mundo e várias confissões religiosas.

“Os participantes do encontro abordarão o tema sobre a unidade dos cristãos e não discutirão unicamente sobre assuntos que tradicionalmente são fontes de divisões entre as Igrejas cristãs, mas debaterão também sobre temas que causaram divisões recentes dentro das Igrejas, como é o caso do discernimento moral” – afirma numa nota o Conselho Ecumênico de Igrejas.

A comissão avaliará de forma prática como as Igrejas chegam a elaborar as questões morais. O objetivo é iniciar um processo ecumenicamente reconhecido para o discernimento moral das Igrejas. (MJ)

Fonte: http://www.oecumene.radiovaticana.org/BRA/Articolo.asp?c=320252

Santo culto à Maria, apóstolos, santos, anjos, mártires, beatos…

28 de setembro de 2009 1 comentário

1233337012[1]Deparamo-nos constantemente com outras pessoas que criticam os fiéis da Igreja Católica, dizendo que somos idólatras e que devemos adorar somente a Deus, mas nós adoramos apenas Deus, ELE é o único digno de toda glória e merecedor de adoração. O que acontece é uma má compreensão dos cristãos  protestantes, o que fazemos é render um culto religioso, uma veneração, a Virgem Maria, apóstolos, santos…

Primeiramente vamos entender a palavra VENERAÇÃO e ADORAÇÃO, para isso peguei o sentido  dessas palavras em dois dicionários, que são o Caldas Aulete e o Aurélio.

Segundo Caldas, veneração é a ação ou resultado de venerar, de ter profundo respeito por alguém ou algo; reverência; 2. A adoração religiosa; culto. Aurélio define melhor a veneração dividindo o sentido da palavra, vejam só o que diz Aurélio: 1.Ato ou efeito de venerar; reverência; respeito, admiração, consideração: Tem veneração ao pai.
2.Devoção, culto, adoração: Ficaram as relíquias expostas à veneração dos fiéis.

Veja que o ato de venerar não está relacionado apenas a adoração, mas também ao respeito ou admiração. Então eu posso muito bem dizer que você é digno de veneração, ou seja, você tem algum aspecto que eu respeito ou admiro, eu posso dizer tranquilamente, aquele protestante teve uma atitude venerável e não quer dizer que estou adorando-o.

Então está claro agora o que nós católicos fazemos, nós utilizamos todos os sentidos da palavra venerar. No sentido respeitar ou admirar: Eu admiro (venero) o sim de Maria, eu respeito (venero) a Virgem Maria; eu admiro (venero)  a vida de São Francisco de Assis; eu olho para a imagem de Santo Agostinho admirando (venerando) suas palavras sábias e sua vida, respeitando (venerando)  toda sua escolha de vida. No sentido adorar: Eu adoro (venero) Deus; eu presto adoração (veneração) ao SS. Sacramento no altar.

Não se preocupe com aqueles que quer confundir sua doutrina por que está claro agora que a palavra venerar tem dois sentidos, um digno e ou outro nobre, grandioso e único de amor excessivo.

Vamos venerar Deus no sentido de todo amor grandioso, único, excessivo e majestoso, vamos adorá-lo, e, vamos venerar a Virgem Maria, os santos, os anjos, os apóstolos, os mártires…, no sentido da admiração e do respeito.

Venerado seja Deus pela venerada Igreja Católica!

DCN

%d blogueiros gostam disto: