Decreto de Lei 7.037, PNDH-3

Certo dia, abri meu e-mail, e vi logo acima na caixa de entrada um e-mail com o título: Ditadura.

Curioso e muito interessado pelo nome do documento, abri rapidamente. Era um vídeo com uma entrevista do Jornal da Band que falava do novo programa do governo Lula, o PNDH-3 (Programa Nacional dos Direitos Humanos – 3). Ora, nunca me envolvi com a política, mas me inscrevi há algum tempo atrás a um movimento jovem de um determinado partido, mas foi pura empolgação da juventude e por me sentir convencido por alguns amigos, a verdade, é que nunca militei por esse partido e a nenhum outro, apenas me inscrevi. Digo isso para que fique claro que este artigo não tem nenhuma intenção política-partidária.

Agora, irei narrar.

A cada dia que se passa me surpreendo mais com as transformações que ocorre no mundo e em sua sociedade, eu estava atento com as transformações do clima e todos os desastres naturais que ocorreram nas últimas décadas, desastres que bateram recordes na história (nos últimos 100 anos). Sempre fiquei pensando que eram sinais claros dos finais dos tempos, tanto lido nas profecias do livro do apocalipse, durante tanto tempo lido e relido. Mas, os desastres não eram os únicos sinais, faltava mais. Até que conheci o PNDH – 3, era o que faltava para que eu ficasse completamente convencido que estamos realmente nos fins dos tempos e que Jesus Cristo está próximo da sua segunda vinda.

Logo que estive por dentro do assunto procurei baixar via internet todo o conteúdo do programa e as questões a serem aplicadas na minha nação brasileira, são de assustar, são de arrepiar qualquer um. O conteúdo não feriu somente a vida do ser humano, mas também a Constituição Federal do meu país, promulgada em 1988. São pontos de vista retorcidos de uma sociedade, são paliativos lunáticos de se maquiar sérios problemas no que diz respeito a vida humana, a sua moral e dignidade. Engraçado que no programa é o que eles (comissão que formulou o programa do Governo Lula) mais dizem: que se trata de um programa que visa a dignidade humana ou igualdade, mas o que realmente se vê são direitos dados para que as pessoas continuem em suas vidas de visões distorcidas e fora da verdade natural, distorções sobre a sexualidade, distorções a respeito da dignidade, distorções a respeito da concepção de uma criança e etc.

O fato de o Brasil ser um Estado Democrático de Direito e possuir a liberdade de expressão, como também, o direito de ir e vir, não quer dizer que devemos ser irresponsáveis e aceitar tudo, que devemos nos entregar a libertinagem de que tudo é normal e que por fim da força devemos fazer o que bem entender. Se não, estaremos nos entregando a uma sociedade de loucos e sem princípios de ordem, falo de todas as ordens, inclusive, a social e natural.

Sabemos que a total igualdade não existe, mesmo em regimes marxista-comunista que prega isso, temos diversos exemplos disto: URSS (hoje a Rússia), Vietnam, Coréia do Norte, China, Cambodja, Cuba e etc. Destes só vimos derramamento de sangue, fome e miséria. Meu pai já dizia: “Será que o boi de Cuba só tem filé?” Isso falo no que diz respeito a igualdade, é impossível acolher a vontade, os egoísmos, os desejos…de todos e nem se pode, alguns infelizmente ficarão as margens para o bem geral.

Falo agora no que diz respeito de se combater problemas, como: aborto, prostituição e homossexualismo. Diversos países entraram nessa onda que chamam de “mente aberta”, ou de, estamos em pleno século XXI “temos que abrir nossa mente”. Amsterdam, na Holanda, “abriu sua mente” e agora se tornou um bordel, onde se pratica sexo de forma irresponsável, onde se consome drogas cada vez mais e onde se mata uma criança (aborto) quando bem entender e achar conveniente. Amsterdam, na Holanda, não resolveu nenhum dos seus problemas, apenas tornou sua sociedade mais doente ainda.

Venho falar para todos, mais especificamente para os cristãos e mais ainda para os cristãos Católicos, mas peço a ajuda dos irmãos evangélicos, pois se trata de ataques que também ofendem aos seus princípios e crenças. Tenho como verdade absoluta os meus princípios cristãos e não poderia deixar de alertar tal problema, vamos lutar contra esta obra maligna que tenta abrir um tumor sobre o povo brasileiro.

Peço a proteção do Senhor Jesus Cristo, porque o que irei abordar não irá agradar a todos e nem é o meu objetivo agradar alguém. O meu objetivo é defender a vida e o ser humano, o seu bem estar físico, interior e mental; o meu objetivo é honrar, glorificar e exaltar Cristo Ressuscitado sobre todas as nações, na ordem de sua misericórdia.

Peço oração para que os pontos negativos do PNDH -3 sejam retirados imediatamente. Se não, convoco todos a fazerem uma marcha até Brasília e lutar pelo bem estar geral, convoco a todos em nome de Cristo Jesus. Peço isso em nome de Jesus pelas palavras de Paulo: “Eu vos lembro, irmãos, o Evangelho que vos preguei, e que tendes acolhido, no qual estais firmes. Por ele sereis salvos, se o conservardes como vo-lo preguei. De outra forma, em vão teríeis abraçado a fé” (I Cor, 1-2).

Agora procurarei com calma abordar cada ponto negativo deste programa, tentando ser claro e alertando a todos. Por favor, orem antes de ler e entreguem a DEUS tudo que estarão lendo a partir de agora.

Decreto n- 7.037 de 21 de dezembro de 2009. (PNDH -3)

O Programa inicia com as assinaturas de Luiz Inácio Lula da Silva, Presidente da República Federativa do Brasil e de Paulo Vannuchi, Ministro da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República.

Começam com uma narração pomposa de diversas ações do governo, destilando o veneno para ser ingerido mais facilmente, só que a ação do Espírito Santo faz-nos perceber tal perigo. Dizem em um pequeno trecho destilado: O PNDH-3 representa um verdadeiro roteiro para seguirmos consolidando os alicerces desse edifício democrático: diálogo permanente entre Estado e sociedade civil; transparência em todas as esferas de governo; primazia dos Direitos Humanos nas políticas internas e nas relações internacionais; caráter laico do Estado; fortalecimento do pacto federativo; universalidade, indivisibilidade e interdependência dos direitos civis, políticos, econômicos, sociais, culturais e ambientais; opção clara pelo desenvolvimento sustentável; respeito à diversidade; combate às desigualdades; erradicação da fome e da extrema pobreza. (Decreto de Lei 7.037 de 21 de dezembro de 2009)

Vamos pegar a passagem: O PNDH-3 representa um verdadeiro roteiro para seguirmos consolidando os alicerces desse edifício democrático: diálogo permanente entre Estado e sociedade civil. (Decreto de Lei 7.037 de 21 de dezembro de 2009). Ora, alicerces desse edifício democrático? Diálogo permanente entre Estado e sociedade civil? Quando foi que convocaram a CNBB para esse diálogo? Quando foi que pediram as opiniões dos nossos irmãos evangélicos? Desde quando os produtores rurais foram chamados para discutir sobre a posse de terra? E os meios de comunicação estiveram presentes no diálogo? Irmãos nos parecem que tudo foi feito dentre quatro paredes, debaixo dos panos, ou melhor, na toca das víboras. Eu estou expressando apenas agora a minha opinião e garanto que você também.

Vocês irão ver que além dos absurdos propostos na lei, também tem indícios de ditadura comunista, como disse Arnaldo Jabor sobre o tema: “Bonito por fora e soviético por dentro…é um pretexto cheio de casquinhas de banana para a sociedade democrática escorregar”. A verdade é que todo o programa veio maquiado de Direitos Humanos, vejam bem, enquanto as comissões internacionais tentam acabar com a prostituição esse novo programa vem com a regularização da profissão de prostitutas, isto é ou não diabólico? Ives Granda Martins é um dos maiores juristas do mundo, com mais de 300 livros sobre o direito, publicados em 19 países, e palestrante em todo o Brasil, América latina e Europa, diz: “Um dos documentos com maiores sandinistas que eu tive oportunidade de ver, nos meus 51 anos de advocacia e os meus 49 anos de magistério de Direito”.

O projeto fere a liberdade de imprensa punindo como discriminação e ofensa aos direitos humanos aquele meio de comunicação que se opor a alguma proposta da lei. Dificulta a desocupação de terras invadidas e as audiências públicas com participação dos invasores, não será mais crime a invasão de terras, tornando os campos rurais em verdadeiros campos de batalha. Prevê fiscalização nas empresas que desenvolve tecnologias. Inclui sindicatos no processo de licenciamento ambiental. A presidente da confederação nacional da agricultura, falou ao Jornal Nacional: “Uma contrariedade a livre iniciativa, ao direito de propriedade, ao lucro, ao mercado, tudo aquilo que sustenta a democracia brasileira e ao estado de direito”.

O Governo propõe ainda uma comissão para monitorar a mídia e cria um ranking entre as empresas de comunicações que se comprometam com os direitos humanos, ou seja, com as idéias controladoras e absurdas do decreto de lei 7.037/09. Se, os meios de comunicação não o fizerem o governo prever, penalidades como: multas, suspensão da programação e cassação da concessão de transmissão. Isto é uma forma de censura ou não? Lógico que sim, fere profundamente a liberdade de expressão e imprensa.

Vamos por parte que os absurdos só tendem a aumentar.

Objetivo estratégico II:

Afirmação dos princípios da dignidade humana e da equidade como fundamentos do processo de desenvolvimento nacional.

Na Página 46 do decreto nos deparamos com o seguinte:

d) Regulamentar a taxação do imposto sobre grandes fortunas previsto na Constituição.

Ives Gandra, diz: “e um imposto que afasta investimento, porque aquele que formou um patrimônio depois de ser tributado em todas operações,ainda vai ser tributado em seu patrimônio individual?” A proposta fala em crescimento, como o governo pode falar em crescimento econômico com o PNDH-3 se as decisões assustam investidores estrangeiros?

Na página 67 fala sobre, a legalização da prostituição:

Objetivo estratégico VI:

Garantia do trabalho decente, adequadamente remunerado, exercido em condições de equidade e segurança.

Disposto na página 69:

n) Garantir os direitos trabalhistas e previdenciários de profissionais do sexo por meio da regulamentação de sua profissão.

Como tinha descrito anteriormente, enquanto as comissões internacionais de direitos humanos lutam para acabar com a prostituição, o governo Lula propõe regulamentar a profissão prostituta. Como se a prostituição fosse uma profissão escolhida, como se elas gostassem de estarem na noite atrás de vender seus corpos e serem usadas 5, 10, ou até, 15 vezes por noite, de serem agredidas fisicamente. A prostituição alimenta outros crimes como tráfico de drogas e exploração sexual infantil, e olha que no início do programa eles se gabam por terem feito muito para não exploração sexual infantil, descrevendo: “O Brasil organizou, em 2008, o maior congresso mundial sobre o combate à exploração sexual de crianças, com 3500 participantes de 170 países. E temos obtido marcos positivo no combate ao trabalho infantil.”

Contraditório, não?

Desculpem-me, pelas palavras grosseiras que irei usar agora, só falta a classe criar uma tabela de preços para não desvalorizar o produto. Cabarés, bordéis, casas de prostituição no geral poderão ser caracterizados como cartéis? Mas uma vez peço desculpas pelas palavras. Olha o perigo, quando perguntarem a uma criança o que ela pretende ser quando crescer, será que a nova geração irá dizer prostituta?

É de uma irresponsabilidade tremenda esse novo programa de “direitos humanos”, quando me referir ao programa irei colocar direitos humanos entre parênteses, já era para ter feito desde o início, porque de direitos humanos não tem nada. Me parece que com esta proposta o governo confessa que está sendo incapaz de gerar empregos dignos e de educar sua população.

Jesus não normalizou a profissão, não foi conivente com aquela prática abominável de Maria Madalena. Ele abominou a prática da prostituição, mas acolheu a prostituta e não permitiu mais que ela fosse chamada de prostituta, Ele tirou aquela alma humilhada e cansada daquela vida miserável, fez com que ela resgatasse seu valor diante dos homens e a tirou do pecado que a levava para morte.

Na página 90 fala sobre, o aborto:

Objetivo estratégico III:

Garantia dos direitos das mulheres para o estabelecimento das condições necessárias para sua plena cidadania.

E logo na página 91, encontramos:

g) Apoiar a aprovação do projeto de lei que descriminaliza o aborto, considerando a autonomia das mulheres para decidir sobre seus corpos.

E ainda complementa:

Responsáveis: Ministério da Saúde; Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República; Ministério da Justiça

Parceiros: Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República; Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República

Recomendação: Recomenda-se ao Poder Legislativo a adequação do Código Penal para a descriminalização do aborto.

É de ficar espantado, a matança vem com responsáveis e parceiros do governo e ainda pedem para que o Poder Legislativo faça uma adequação para a descriminalização do aborto. Isso é um sinal para que você preste bem atenção no seu próximo candidato, faça uma pesquisa em seus históricos e procure saber se ele é contra ao aborto para poder votar. Para lhe alertar mais sobre isso, aconselho que vejam os vídeos que estão nas categorias de vídeos para se viver nesse mesmo blog, são dois: O testemunho de Gianna Jenssen que sobreviveu a uma injeção salina na tentativa de lhe abortarem, e, o outro é o vídeo da morte silenciosa ou aborto, aborte essa idéia. Ou simplesmente procure no tags aborto.

Deveria voltar as universidades o Juramento de Hipócrates, que exercia a medicina por prazer e amor, mas hoje vemos o dinheiro em tudo e comercializamos tudo, fazem com que a arte de salvar que os medicos tanto amam se transforme na arte de matar em nome do dinheiro e pelo egoísmo.

Trecho do Juramento de Hipócrates que não pode ser esquecido pelos médicos:

“Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém. A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substância abortiva.”

Na mesma página e estratégia está também:

h) Realizar campanhas e ações educativas para desconstruir os estereótipos relativos às profissionais do sexo.

Eles ainda querem fazer você engolir a prostituição como uma linda profissão, digna de honrarias de profissional do mês ou quem sabe sair na revista Você S/A e revista Exame, na categoria de inovação por excelência em prestação de serviços no ramo da prostituição. Você pode estar achando que estou sendo sarcástico, mas é preciso abrir seus olhos, mais sarcástico do que minhas palavras é a posição do governo no decreto.

Na página 91:

Sobre o Homossexualismo

Objetivo estratégico I:

Afirmação da diversidade para a construção de uma sociedade igualitária.

a) Realizar campanhas e ações educativas para desconstrução de estereótipos relacionados com diferenças étnico-raciais, etárias, de identidade e orientação sexual, de pessoas com deficiência, ou segmentos profissionais socialmente discriminados.

Na página 98:

Objetivo estratégico V:

Garantia do respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero.

a) Desenvolver políticas afirmativas e de promoção de uma cultura de respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero, favorecendo a visibilidade e o reconhecimento social.

b) Apoiar projeto de lei que disponha sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo.

c) Promover ações voltadas à garantia do direito de adoção por casais homoafetivos.

Recomendações:

• Recomenda-se ao Poder Judiciário a realização de campanhas de sensibilização de juízes para evitar preconceitos em processos de adoção por casais homoafetivos.

• Recomenda-se ao Poder Legislativo elaboração de projeto de lei que garanta o direito de adoção por casais homoafetivos.

A Igreja discrimina o ato homossexual, ela abomina o pecado e não o pecador. Jesus Cristo sentou-se à mesa com os pecadores e não com o pecado e com isso conseguiu fazê-los enxergarem que estavam vivendo no erro, nas orgias e no pecado que os afastavam de DEUS. É comum usarem a discriminação como arma para afastarem a Igreja Católica e as ações salvadoras de Jesus dos pecadores, a Igreja Católica quer cumprir sua missão de pescadora de homens e garantir para Jesus o máximo de almas salvas. Deus quer a conversão de todas as almas e por isso enviou seu filho amado para nos livrar do pecado, entregando sua vida na humilhação da cruz. Por Ele fomos justificados e agora Ele quer todas as almas.

Não satisfeitos com todas as distorções do governo em relação a dignidade, ele ainda propõe a adoção de criançãs por casais homossexuais e recomenda que o legislativo venha favorecer tal prática, imagine a confusão na cabeça de uma criança que vive com pessoas do mesmo sexo que se relacionam sexualmente, que educação ou orientação elas terão? O governo não se preocupou sequer com a saude mental das crianças e seu bem estar. O abandono de criança é um problema? É! Mas não podemos achar que isso tem que se resolver da maneira mais fácil. É como se fossemos resolver o problema dos mendigos colocando-os apenas dentro de uma casa e se livrando-se do peso na consciência. E, a comida, a bebida e o essencial para a sobrevivência? Tem que se criar toda uma estrutura real,verdadeira e sobretudo saudável, não é adotando crianças a casais homossexuais que estaremos dando uma vida digna para ela. Queria achar que este decreto tivesse sido escrito por loucos, mas isso é uma maldade contra aqueles que possuem algum tipo de distúrbio mental, porque eu estaria os chamando de diabólicos, e eles isso não são. O presidente Lula agiu com seus membros com a maldade diabólica e anticristã.

O governo visa normalizar a prática do homossexualismo para que não se tenham a culpa do pecado. O Decreto impede a liberdade de expressão, como se pelo simples fato de você expressar ser contra o homossexualismo já fosse um ato de discriminação, isto é uma atitude diabólica que impede a conversão das almas, é uma atitude típica de um anticristo.

Ainda sobre o assunto, na página 99 do decreto:

d) Reconhecer e incluir nos sistemas de informação do serviço público todas as configurações familiares constituídas por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), com base na desconstrução da heteronormatividade.

e) Desenvolver meios para garantir o uso do nome social de travestis e transexuais.

O demônio pensa em todas as possibilidades para não deixar falhas em suas ações.

Sobre a prática religiosa está disposto na página 100 do programa PNDH-3.

a) Instituir mecanismos que assegurem o livre exercício das diversas práticas religiosas, assegurando a proteção do seu espaço físico e coibindo manifestações de intolerância religiosa.

c) Desenvolver mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União.

d) Estabelecer o ensino da diversidade e história das religiões, inclusive as derivadas de matriz africana, na rede pública de ensino, com ênfase no reconhecimento das diferenças culturais, promoção da tolerância e na afirmação da laicidade do Estado.

No item a, tem que se haver um cuidado, por exemplo, foi liberada a prática do santo daime como religião, que é uma prática religiosa, que se toma um chá da casca da Ayuasca, é uma solução alucinógena, ou seja, o governo acabou liberando e/ou legalizando o consumo de uma droga, só porque se tratava de uma tradição e religião indígena.

No Item b, eles propõem tirar os símbolos religiosos. Será que nunca ouviram falar no direito consuetudinário, baseado nos costumes e cultura? Pois é, no Brasil existe uma tradição na fé católica, então é comum se ver crucifixo em todos os lugares. O jurista Ives Grande na entrevista ao Jornal da Band, disse: “se não pode haver símbolos religiosos nos teremos que mudar o nome da cidade de São Paulo, todas as cidades com o nome de santos não poderão mais ter” (fala sorrindo, em tom de ironia ao disposto no decreto). Permitam-me ir mais longe, e as bandeiras dos estados que possuem um crucifixo estampado como a bandeira de Pernambuco? E o Cristo redentor símbolo da religiosidade brasileira e uma das maravilhas do mundo? Essa o governo Lula vai ter que engolir nossa tradição cristã e de fá católica.

No item c, fala da história das religiões, inclusive as derivadas de matriz africana. Tudo bem, contanto que mantenham o meu direito como católico em ter o ensino da moral cristã católica.

E os riscos das nossas crianças?

As nossas crianças poderão ser adotadas por casais de homossexuais, e também irão ter como educação básica, como disposto na página 155.

a) Estabelecer diretrizes curriculares para todos os níveis e modalidades de ensino da educação básica para a inclusão da temática de educação e cultura em Direitos Humanos, promovendo o reconhecimento e o respeito das diversidades de gênero, orientação sexual, identidade de gênero, geracional, étnico-racial, religiosa, com educação igualitária, não discriminatória e democrática.

Os seus filhos terão aulas sobre homossexualismo, irão confundir a cabeça de uma criança a respeito de sua identidade sexual, uma criança que não possui uma identidade formada ainda e que não passou do conflito adolescente pode ficar vulnerável as ações maldosas deste decreto. A intenção é criar uma sociedade doente, lunática, irresponsável em suas ações, viciadas no desejo egoísta do prazer, fácil de controlar e sem nenhuma moral interior, deixando-os em migalhas. No tenho mais dúvida de que se trata de uma ação anticristã e cheios de ofensas a verdade.

Sobre a liberdade de imprensa

Na página 164 dispõe o seguinte:

Diretriz 22:

Garantia do direito à comunicação democrática e ao acesso à informação para a consolidação de uma cultura em Direitos Humanos.

Objetivo Estratégico I:

Promover o respeito aos Direitos Humanos nos meios de comunicação e o cumprimento de seu papel na promoção da cultura em Direitos Humanos.

Ações Programáticas:

a) Propor a criação de marco legal regulamentando o art. 221 da Constituição, estabelecendo o respeito aos Direitos Humanos nos serviços de radiodifusão (rádio e televisão) concedidos, permitidos ou autorizados, como condição para sua outorga e renovação, prevendo penalidades administrativas como advertência, multa, suspensão da programação e cassação, de acordo com a gravidade das violações praticadas.

Vejam bem como fere a nossa Constituição Federal, eles estão falando claramente que irão controlar os meios de comunicação. Por exemplo, se a TV Canção Nova ou a Rádio da Comunidade Shalom expressarem os seus pontos de vista, que é a fé Católica, e ofender algo disposto no Decreto 7.037/2009 (PNDH-3), elas poderão ser penalizadas administrativamente como advertência, multa, suspensão da programação e cassação. Então se a TV Canção Nova e a Rádio Shalom expressarem que não são a favor do aborto, do homossexualismo, da legalização da prostituição e etc., estarão infringindo as regras dos “direitos humanos” do programa, podendo ser cassadas. Isso é típico de regime ditatorial, querem controlar a mídia para inebriar o povo brasileiro. Já imaginou que podemos ficar sem nossos canais cristãos por perseguição religiosa?

Toda a mídia brasileira deve começar a se mobilizar já e você faça sua parte contra este governo.

E ainda continua:

Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República; Ministério da Justiça; Ministério da Cultura

Parceiro: Ministério da Ciência e Tecnologia

Recomendações:

• Recomenda-se inserir a Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados na discussão

sobre outorga e renovação de concessões públicas.

• Recomenda-se ao Ministério Público assegurar a aplicação de mecanismos de punição aos veículos

de comunicação, autores e empresas concessionárias.

A idéia é de se criar uma comissão que irá fiscalizar todos os meios de comunicação, gente isso acontece na China, Coréia do Norte e Venezuela. É uma ação típica comunista, que Nossa Senhora que acompanhou o nosso ex-Papa João Paulo II na queda do comunismo na Rússia possa fazer cair por terra também aqui no Brasil.

Vejam mais sobre o assunto:

b) Promover o diálogo com o Ministério Público para proposição de ações objetivando a suspensão de programação e publicidade atentatórias aos Direitos Humanos.

d) Elaborar critérios de acompanhamento editorial a fim de criar um ranking nacional de veículos de comunicação comprometidos com os princípios de Direitos Humanos, assim como os que cometem violações.

e) Desenvolver programas de formação nos meios de comunicação públicos como instrumento de informação e transparência das políticas públicas, de inclusão digital e de acessibilidade.

Na página 166:

b) Incentivar pesquisas regulares que possam identificar formas, circunstâncias e características de violações dos Direitos Humanos na mídia.

c) Incentivar a produção de filmes, vídeos, áudios e similares, voltada para a educação em Direitos Humanos e que reconstrua a história recente do autoritarismo no Brasil, bem como as iniciativas populares de

organização e de resistência.

Estão usando os direitos humanos como forma de maquiar o controle da mídia.

Manifesto dos Bispos tirado do site da CNBB

Manifesto dos bispos sobre o PNDH 3

Fonte: http://www.cnbb.org.br/site/regionais/leste-1/1532-manifesto-dos-bispos-sobre-o-pndh-3

Qui, 28 de Janeiro de 2010 10:16 cnbb
E-mail Imprimir PDF

Nós, neste abaixo-assinado, impelidos por nosso dever pastoral como bispos católicos, provenientes de várias regiões do país, reunidos em um encontro de atualização pastoral – prosseguindo a tradição profética da Igreja Católica no Brasil que, nos momentos mais significativos da história de nosso país, sempre se manifestou em favor da democracia, dos legítimos direitos humanos e do bem comum da sociedade, em continuidade com a Declaração da CNBB, do dia 15 de Janeiro de 2010, e com a Nota da Comissão Episcopal de Pastoral para a Vida e a Família e em consonância com os pareceres emitidos por diversos segmentos da sociedade brasileira feridos pelo III Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH 3), assinado pelo Presidente da República, no dia 21 de dezembro de 2009 – nos vemos no dever de manifestar publicamente nossa rejeição a determinados pontos deste Programa.

Diz a referida Declaração: “A CNBB reafirma sua posição muitas vezes manifestada em defesa da vida e da família e contrária à descriminalização do aborto, ao casamento entre pessoas do mesmo sexo e o direito de adoção de crianças por casais homo-afetivos. Rejeita, também, a criação de mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União, pois considera que tal medida intolerante, pretende ignorar nossas raízes históricas”.

Não podemos aceitar que o legítimo direito humano, já reconhecido na Declaração de 1948, de liberdade religiosa em todos os níveis, inclusive o público, possa ser cerceado pela imposição ideológica que pretende reduzir a manifestação religiosa a um âmbito exclusivamente privado. Os símbolos religiosos expressam a alma do povo brasileiro e são manifestação das raízes históricas cristãs que ninguém tem o direito de cancelar.

Há propostas que banalizam a vida, descaracterizam a instituição familiar do matrimônio, cerceiam a liberdade de expressão na imprensa, reduzem as garantias jurídicas da propriedade privada, limitam o exercício do poder judiciário, como ainda correm o perigo de reacender conflitos sociais já pacificados com a lei da anistia. Estas propostas constituem, portanto, ameaça à própria paz social.

Fazemos nossas as palavras do Cardeal Dom Geraldo Majela Agnelo, Primaz do Brasil, referidas à proposta de descriminalização do aborto, mas extensivas aos demais aspectos negativos do programa. O PNHD 3 “pretende fazer passar como direito universal a vontade de uma minoria, já que a maioria da população brasileira manifestou explicitamente sua vontade contrária. Fazer aprovar por decreto o que já foi rechaçado repetidas vezes por órgãos legítimos traz à tona métodos autoritários, dos quais com muito sacrifício nos libertamos ao restabelecer a democracia no Brasil na década de 80”.

“Firmes na esperança, pacientes na tribulação, constantes na oração” (Rm 12, 12), confiamos a Deus, Senhor supremo da Vida e da História, os rumos de nossa Pátria brasileira.

Rio de Janeiro, 28 de Janeiro de 2010.

+ Alano Maria Pena, Arcebispo de Niteroi, RJ

+ Francisco de Assis Dantas de Lucena, Bispo de Guarabira

+ Fernando Arêas Rifan, Bispo da Administração Apostólica S. João Maria Vianney, Campos, RJ

+ Benedito Gonçalves Santos, Bispo de Presidente Prudente, SP

+ Joaquim Carreira, Bispo Auxiliar de São Paulo, SP

+ Juarez Silva, Bispo de Oeiras, PI

+ Manoel Pestana Filho, Bispo emérito de Anápolis, GO

+ José Moreira da Silva, Bispo de Januária, MG

+ Tarcísio Nascentes dos Santos, Bispo de Divinópolis, MG

+ Guiliano Frigenni, Bispo de Parintins, AM

+ Paulo Francisco Machado, Bispo de Uberlândia, MG

+ Gilberto Pastana de Oliveira, Bispo de Imperatriz, MA

+ Philipe Dickmans, Bispo de Miracema, TO

+ Edney Gouvêa Mattoso, Bispo eleito de Nova Friburgo, RJ

+ Carlos Alberto dos Santos, Bispo de Teixeira de Freitas – Caravelas, BA

+ Walter Michael Ebejer, Bispo emérito de União da Vitória, PR

+ José Antônio Peruzzo, Bispo de Palmas – Francisco Beltrão, PR

+ Franco Cuter, Bispo de Grajaú, MA

+ Karl Josef Romer, Secretário emérito do Pontifício Conselho para a Família

+ Roberto Lopes, Abade do Mosteiro de São Bento, Rio de Janeiro, RJ

+ Orani João Tempesta OCist., Arcebispo do Rio de Janeiro, RJ

+ Eugenio de Araujo Card. Sales, Arcebispo emérito do Rio de Janeiro, RJ

+ João Carlos Petrini, Bispo Auxiliar de São Salvador da Bahia, BA

+ Luciano Bergamin, Bispo de Nova Iguaçu, RJ

+ Antônio Augusto Dias Duarte, Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, RJ

+ Wilson Tadeu Jönck, Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, RJ

+ Pedro Brito Guimarães, Bispo de São Raimundo Nonato, PI

+ Fernando Guimarães, Bispo de Garanhuns, PE

+ Salvador Paruzzo, Bispo de Ourinhos, SP

+ José Moureira de Mello, Bispo de Itapeva, SP

+ José Francisco Rezende Dias, Bispo de Duque de Caxias, RJ

+ Laurindo Guizzardi, Bispo de Foz do Iguaçu, PR

+ Gornônio Alves da Encarnação Neto, Bispo de Itapetininga, SP

+ Carmo João Rhoden, Bispo de Taubaté, SP

+ Ceslau Stanula, Bispo de Itabuna, BA

+ João Bosco de Sousa, Bispo de União da Vitória, PR

+ Osvino José Both, Arcebispo Militar do Brasil, DF

+ Capistrano Francisco Heim, Bispo Prelado de Itaituba, PA

+ Aldo di Cillo Pagotto, Arcebispo da Paraíba, PB

+ Gil Antonio Moreira, Arcebispo de Juiz de Fora, MG

+ Moacir Silva, Bispo de São José dos Campos, SP

+ Diamantino Prata de Carvalho, Bispo de Campanha, MG

+ Caetano Ferrari, Bispo de Bauru, SP

+ Aléssio Saccardo, Bispo de Ponta de Pedras, PA

+ Heitor de Araújo Sales, Arcebispo emérito de Natal, RN

+ Matias Patrício de Macêdo, Arcebispo de Natal, RN

+ Geraldo Dantas de Andrade, Bispo auxiliar de São Luis do Maranhão, MA

+ Bonifácio Piccinini, Arcebispo emérito de Cuiabá, MT

+ Tarcísio Scamarussa, Bispo Auxiliar de São Paulo, SP

+ Celso José Pinto da Silva, Arcebispo emérito de Teresina, PI

+ José Palmeira Lessa, Arcebispo de Aracaju, SE

+ Antônio Carlos Altieri, Bispo de Caraguatatuba, SP

+ Aloisio Hilário de Pinho, Bispo emérito de Jataí, GO

+ Guilherme Porto, Bispo de Sete Lagoas, MG

+ Adalberto Paulo da Silva, Bispo Auxiliar emérito de Fortaleza, CE

+ Bruno Pedron, Bispo de Ji-Paraná, RO

+ Fernando Mason, Bispo de Piracicaba, SP

+ João Mamede Filho, Bispo Auxiliar de São Paulo, SP

+ José Maria Pires, Arcebispo emérito de Paraíba, PB

+ Alfredo Schaffler, Bispo de Parnaíba, PI

+ João Messi, Bispo de Barra do Piraí – Volta Redonda, RJ

+ Friederich Heimler, Bispo de Cruz Alta, RS

+ Osvaldo Giuntini, Bispo de Marília, SP

+ Assis Lopes, Bispo auxiliar do Rio de Janeiro, RJ

+ Edson de Castro Homem, Bispo auxiliar do Rio de Janeiro, RJ

+Alessandro Ruffinoni, Bispo auxiliar de Porto Alegre, RS

+ Leonardo Menezes da Silva, Bispo auxiliar de Salvador, BA

Vídeos que tratam sobre o tema

Prof. Felipe de Aquine e Padre Paulo

Jornal da Band, reportagem com o Jurista Ives Granda

Jornal da Globo, Arnaldo Jabor

Alexandre Garcia

Anúncios
  1. Jeová Peixoto
    23 de fevereiro de 2010 às 11:03 pm

    Olá amigos.Só digo uma coisa se a imprensa os evangélicos e os cristãos não se manifestarem agora. Mais tarde ninguém poderá falar mais nada, nem possuir mais nada porque sultilmente o governo do presidente Lula tão querido pelo alto escalão mundial vai tomar conta de tudo.O objetivo de ele querer enfraquecer as pessoas que tem um certo poder é deixar com que elas não possa enfrenta-los.Então dando direito ao pequeno ele passa uma falsa impressão de que está sendo bonzinho com eles pondo eles contra os que tem ficando de fora como se não tivesse culpa de nada.Abra os olhos cidadões na hora de votar.Abraços e Deus der sabedoria á todos.Jeova-Pendencias/RN

  2. 31 de julho de 2010 às 1:49 am

    Deus criou o homem e a mulher um feito com perfeicao para o outro quem é o homem que ira mudar isso
    so Deus tem o poder de mudar a ordem natural
    porque foi Deus que criou o homem e a mulher
    ai daquele que dizer o contrario
    presidente não apoie uma causa que não deve jamais ser apoiada
    porque até Deus condena o homosexualismo ,agora voçe aprova uma lei que autoriza o matrimonio entre duas pessoas do mesmo sexo … tenho ate do senhor exelentissimo presidente no dia do juizo final vou rir da sua cara de dor queimando no inferno junto com os parlamentares que aprovaram essa pouca vergonha

  3. joceli
    4 de agosto de 2010 às 4:29 pm

    ola a todos nos servos de Deus evangelicos catolicos e qualquer igreja que apnas aceitam as leis de Deus escritos na biblia precisamos nos unirmos em nome de Jesus para lutarmos contra essa lei maldita do diabo nao podemos aceitar leis que venham estimular a matança(aborto) nos obrigar a aceitar duas pesoas do mesmo sexo a terem o direito de se casarem Deus criou o homem e a mulher para que se tornassem um so em carne se isso acontecer onde iremos multiplicar se nao houver casai de homens e mulheres a lei do direito de imprensa que tanto de lutou para canseguir isso de uma hora para outra se perder tudo de novo nossos governantes devem se preocupar e em criar leis para se acabar com tanta violencia que esta se estendendo cada vez mais pelo nosso pais a fome a miseria os crimes absurdosque so vem aumentando cada dia mais contra as mulheres o altissimo consumo de drogas que acontece nesse pais devemos nos preocupar em mudar noso codigo penal que ja ultrapassadissimo da ere da pedra vamos levantar nossa bandeira contra esses hipocritas que estao querendo tornar nosso pais numa verdadeira sodoma e gomorra Jessus esta voltando e se nao houver mudanças a favor das leis de Deus sera lançado fogo do ceu sobre nossas cabeças como exatamente aconteceu em sodoma e gomorra avante servos de Deus vamos lutar a favor dos diteito humanos sim mas aqueles de preferencia a favor da vida e dos mandamentos de Deus vi um video que o representante dos homossexuais do brasil dizia que sa biblia e apenas um livro banal nos sabemos que e o livro sagrado e que o ser humano esta aos poucos destruindo tudo aquilo que Deus disse e que realmente devemos fazer para sermos corretos perante os olhos de Deus.Deus abençoe nosa luta e nos ajude a podermos continuar pregando o seu evangelho.Apaz do Senhor esteja com todos.

  4. isaque
    9 de agosto de 2010 às 6:12 pm

    sou estudante de direito…..estou chocado de como nosso lider político assinou um documento de tamanha importância sem ler…bem era de se esperar isso né…
    Gente e o Estado laico e a liberdade de imprensa,o que eles estão pensando…
    proibir simbolos religiosos como vai ser então os nomes de grandes capitais,esse projeto e um absurdo inconstitucional,fere integralmente a sociedade e a liberdade publica.

  5. Sirley
    13 de setembro de 2010 às 5:10 pm

    Nossa é de assustar mesmo, como o povo é enganado quanta sujeira que a nesse mundo,mas sabemos que a vinda de JESUS CRISTO….e como cristãos não podemos deixar de lutar por Jesus pela verdade,vamos juntos nós unir e vencer essa ação diabolica que esta acontecendo

  6. Pr. Antonio Augusto
    14 de setembro de 2010 às 10:46 am

    gostaria de receber mas informações sobre este assunto.
    pois desejo compartilhar com maior numero possivel de pessoas, para juntos combarte-m0s este mal.
    estou orando por todos que estão envolvidos nesta batalha.
    paz seja com toods.

  7. Ana Lúcia
    16 de setembro de 2010 às 12:46 am

    Muitas coisas que vem hoje acontecendo já estavam escritas mesmo antes de existirmos, mas na verdade, nunca esperamos que aconteça e assim, dessa forma, tão clara e malígna. Externo minha indignação e é bom lembrar que aqueles que buscam a verdade já estavam sendo avisados. Devemos nos unir em oração por está nação pois a Bíblia diz que onde estiver dois ou mais em meu nome, ali estarei.
    Que Deus nos dê graça e misericórdia para enfrentarmos tudo isso

  8. Pr. Antonio
    16 de setembro de 2010 às 3:56 pm

    Olá meu pastor, segue comentários sobre a PNDH3, estarei lhe enviando a própria Lei no próximo e-mail. Bjs Sueli

  9. Carla
    17 de setembro de 2010 às 1:47 pm

    Temo pelo futuro desta nação onde está a democracia? Governar desta maneira só para alguns e prejudicar um todo. Só tem um jeito. Um boicote em massa nas eleições, ter o direito de não ser obrigado a votar. Estou quase revoltada.

  10. Melquizedeque Moreira da silva
    17 de setembro de 2010 às 5:19 pm

    (Não se deve querer compensar um real ato, digno de aprovação, com outros dignos de reprovações, … E com um agravante, reprovações de Deus).
    Porém, os responsáveis por criá-las, estarão sempre com suas mentes voltadas a criações, e consequentemente, aprovações de leis que vão de encotro aos preceitos de Deus.
    …Mas, é fato que essa e outras que certamente virão, sofrerão os mesmos tipos de ajustes, por manifestações contrárias de segmentos da sociedade. Contudo, não serão anulada(invalidada) no seu âmbito total. Simplesmente porque esse filme já conhecemos(assistimos).

  11. Melquizedeque Moreira da silva
    17 de setembro de 2010 às 6:35 pm

    (Não se deve querer compensar um real ato, digno de aprovação, com outros dignos de reprovações, … E com um agravante, reprovações de Deus).
    Porém, os responsáveis por criá-las, estarão sempre com suas mentes voltadas a criações, e consequentemente, aprovações de leis que vão de encontro aos preceitos de Deus.
    …Mas, é fato que essa e outras que certamente virão, sofrerão os mesmos tipos de ajustes, por manifestações contrárias de segmentos da sociedade. Contudo, não serão anuladas(invalidadas) no seu âmbito total. Simplesmente porque o cumprimento das escrituras estão e estarão se cumprindo. “Esse filme já conhecemos”.

  12. Melquizedeque Moreira da silva
    17 de setembro de 2010 às 6:37 pm

    (Não se deve querer compensar um real ato, digno de aprovação, com outros dignos de reprovações, … E com um agravante, reprovações de Deus).
    Porém, os responsáveis por criá-las, estarão sempre com suas mentes voltadas a criações, e consequentemente, aprovações de leis que vão de encontro aos preceitos de Deus.
    …Mas, é fato que essa e outras que certamente virão, sofrerão os mesmos tipos de ajustes, por manifestações contrárias de segmentos da sociedade. Contudo, não serão anuladas(invalidadas) no seu âmbito total. Simplesmente porque o cumprimento das escrituras estão e estarão se concretizando! “Esse filme já conhecemos”.

  13. Egmar Souza Santos
    18 de setembro de 2010 às 2:56 pm

    São projetos lei, muito serios para se tratar a grosso modo!
    Peço reavaliação criteriosa em todos os pontos. Nem tanto ao “céu” e nem tanto severa as lei em alguns pontos q já deveriam ser corrigidos a tempos!

  14. samara
    21 de setembro de 2010 às 4:35 pm

    Será que não poderei mais ensinar o caminho certo,os conceitos cristao e a verdade da Bíblia para os meus dois filhos, que até hoje eu aprendi, sem que seja punida por essas novas leis? Meu filho mais velho só tem 5 anos e tudo que vê ou ouve, que seja diferente, ele me pergunta sempre o porquê,pra quê e se pode. Será que se em algum momento, ele se deparar, com um casal homossexual se beijando e perguntar se pode fazer a mesma coisa e eu, o responder que não; e me perguntar o porquê e eu responder que é errado, eu serei punida por discriminação por te-lo ensinado algo que aprendi até hoje. Se for conforme essas leis eu serei punida e uma nova lei será vigorada,a lei da mordaça.Escrevi tudo isso para aqueles que estão a favor dessas leis, entenderem também o conceito daqueles que não estão antes de julgarem.

  15. Vinicius
    22 de setembro de 2010 às 6:03 pm

    Estou chocado com isso!
    Pois,como irá ficar a nossa próxima geração…todos dizendo que querem ser prostitutas e homossexuais quando crescerem?
    Vejo que O Senhor está perto,que a qualquer dia possamos estar vivendo o dia do julgamento.
    O que esses políticos tem na cabeça,pois isso pode afetá-los também…

  16. José Frederico Carvalho
    22 de setembro de 2010 às 7:57 pm

    Com tudo isto acontecendo, devemos olhar para cima pois nossa redençao está próxima
    Lucas 21:25. Gostaria de receber toda a lei. Apenas para lembrar: Eliz Regina cantava uma música que hoje é a mais pura verdade; TEM TANTO BURRO MANDANDO EM HOMENS DE INTELIGÊNCIA, QUE AS VEZES FICO PENSANDO QUE A BURRICE É UMA CIÊNCIA, E QUEM NÃO ME ACREDITAR, NEM POR ISSO ME CONSOME PORQUE MACHO TEM AOS MONTES, O DIFICIL É ACHAR HOMEM.

  17. FABIANA LYRA
    23 de setembro de 2010 às 12:26 pm

    ESTOU INDIGNADA COM PNDH3(PROGRAMA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS 3),NAO CONHECIA ESTE PROJETO ATE RECEBER UM EMAIL DA CNBB E DE ALGUNS PASTORES EVANGELICOS, E RESOLVI PESQUIZAR SE ISTO ERA VERDADE ATRAVES DO SITE DO CONGRESSO SOBRE LEIS E PROJETOS. E VI QUE HAVIA MUITO MAIS CONTRADICOES SOBRE A FORMA DE DIREITOS HUMANOS, ESTOU DECEPCIONADA COM OS NOSSOS GOVERNANTES, DE ESTAR APOIANDO TUDO ISTO. CONHECENDO UM POUCO AS PROPOSTAS ME FEZ REFLETIR E ALERTAR PARA O NOSSO COMPROMISSO DE VOTAR CONHECENDO A PROPOSTA DE CADA CANDIDATO ESCOLHIDO E O QUE ELE DEFENDE.
    NAO DEVEMOS VOTAR NO ESCURO!

  18. 30 de setembro de 2010 às 7:09 pm

    É uma vergonha essa PNDH (PROGRAMA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS) vamos analizar os candidatos que são a favor do aborto, casamento entre pessoas do mesmo sexo…e tantas outras leis vergonhosas que querem de forma sutil colocar em nosso Pais, e não votar neles. Podemos fazer a diferença. Deus abençoe.

    • martins josue
      7 de outubro de 2010 às 12:09 pm

      ola marcos martins, ainda ha tempo se vc vive em uma capital ou proxima dos candidatos, por favor levante a questao sobre a PNHD3, para que a sociedade fique mais esclarecida vai nessa força que DEUS sera com vc,nao sou partidario de nenhum dessses ai que estao , mas querewm transformar nosso Brasil em uma Sodoma e Gomorra, o castigo de DEUS sera eminente, que DEUS nos guarde e nos prepare pois o fim esta proximo.

  19. dirce alejo de freitas
    5 de outubro de 2010 às 5:34 pm

    será que milhões de pessoas que votaram nessa mulher não estão sabendo disso?
    será que realmente ele assinou sem ler?
    graças a Deus eu votei certo.

  20. martins josue
    7 de outubro de 2010 às 12:12 pm

    se ainda ouver tempo de reverter essa lei tirana, levantemos povo brasileiro, afinal temos a liberdade e o direito de concordar ou nao.

  21. martins josue
    7 de outubro de 2010 às 12:14 pm

    nao fiquemos apenas trocando msg e email-s , convocamos os grupos sociais e comunidades, a discutir os rumos de nossa naçâo e que DEUS nos ajude.

  22. FRANCISCO JOÃO DA SILVA
    8 de outubro de 2010 às 12:31 pm

    É uma verdadeira perseguiçao oas cristao de bem. Essa lei nao é uma lei,é uma afronta a um Pais democratico como o nosso. Estou indignado com essa lei temos que fazer um movimento que expresse a nossa revolta contra essa arbitrariedade que est a acontecendo nos congressos con a criaçao dessa lei.Só Deus para nos proteger.

  23. jefferson
    9 de outubro de 2010 às 4:19 pm

    esse tal lula é maluco, agora vem com essa desculpa que assinou as pressas.
    Que tipo de presidente é esse que acina as coisas aspressas?
    Isso e um irresponsavel ou tamvez ele não saiba ler mesmo!

  24. nivaldo
    10 de outubro de 2010 às 3:36 pm

    Decreto n- 7.037 de 21 de dezembro de 2009. (PNDH – Decreto n- 7.037 de 21 de dezembro de 2009. (PNDH -3)O Programa inicia com as assinaturas de Luiz Inácio Lula da Silva, Presidente da República Federativa do Brasil e de Paulo Vannuchi, Ministro da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. http://www.youtube.com/watch?v=T_WJ75asEIMhttp://www.youtube.com/watch?v=1mgq-WuaBBQ&feature=relatedhttp://www.youtube.com/watch?v=ZQn-3R6cjP0&feature=relatedhttp://www.youtube.com/watch?v=DIySrX5WsYshttp://www.youtube.com/watch?v=zz8yV3QWB9c ( https://danielcneves.wordpress.com/decreto-de-lei-7-037-pndh-3/ ) Copie o link e cole em outa

    • danielcneves
      10 de outubro de 2010 às 7:13 pm

      Obrigado pelas sugestões!

  25. rodrigo
    18 de outubro de 2010 às 12:13 am

    gostei do video do pe paulo na escola de fé
    é o que realmente acontece o discurso não é de um ou de outro partido
    o discurso de nossos candidatos é similar, nao votaria em nenhum deles
    e é uma pena que muitos acreditam que um ou que outro vai salvar a patria.
    estamos numa silada e temos que nos unir como filhos de Deus para sairmos desta
    agir como filhos da Luz.

  26. FLORIANO
    20 de outubro de 2010 às 12:04 am

    SE VCS TIVESE UMA FILHA DE 11 ANOS ESTRUPADA E ELA FICASE GRAVIDA DO FILHO DA PUTA VCS ENTENDERIAM ISSO

    • Daniel Neves
      21 de outubro de 2010 às 2:56 pm

      O aborto não irá tirar o trauma do estupro, pelo contrário ela teria 2 traumas: Um do estupro e outro do aborto.
      O caso grave do estupro se transformariam em dois casos: um grave (estupro) e um gravíssimo (aborto).
      Não se tira o mal com outro mal.
      Existem vários casos de mulheres estupradas que relatam ter superado o trauma com o filho e que o filho foi uma benção de DEUS.
      Aprenda isso, O AMOR SUPERA TUDO E INFINITAMENTE O AMOR DE DEUS!
      Paz e bem!

  27. joao roberto
    5 de novembro de 2010 às 4:45 am

    estou ,muito chocado e triste perplexo tambem
    não sei o que vai ser se, de algunha forma, não nos desposermos a reagir emquanto é tempo que Deus esteja ao nosso lado
    estive estudando o monstrengo juridico
    e posso afirmar é sim terrivel como disse o jurista ives gandra se isto for aceito estaremos num contexto apocaliptico
    e tem jente que nem se quer sabe disto
    meus irmão é hora de despertar contra isso e unirmos nosa forças

    voten no site http://www.ipco.org.br/home/divulgue

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: